O espetáculo Diga Onde Dói marca a estreia da Súbita Companhia de Teatro. O início da busca por uma linguagem cênica autêntica conduziu o processo de criação numa pesquisa de dramaturgia contemporânea autoral. Nesse espetáculo relatos pessoais constroem monólogos e histórias fictícias abarcam a universalidade que a dor carrega.

Diga Onde Dói traz instantes de vida. Aquela pessoa sentada no ônibus na sua frente, alguém atravessando a rua lá longe, um rádio que começa a tocar em alguma casa, uma luz que acende no 15° andar de um prédio, a pessoa sentada atrás de você no teatro. Universos particulares, pessoas tão anônimas e fictícias que fazem parte de cada um de nós.

  • Projeto Difusão em Teatro, Fundação Cultural de Curitiba, abril-junho de 2014
  • VII Jornada de Saúde Mental e Psicanálise da PUC-PR, novembro de 2013.
  • VIII Festival de Teatro Alternativo, Teatro Tecal, Bogotá – Colômbia, novembro de 2010
  • Festival de Curitiba, março de 2010.
  • Teatro para o Povo – Centro Cultural Teatro Guaira, Ctba-PR.
  • Temporadas Teatro Espaço Dois, julho/agosto 2009, Ctba-PR.
  • Festival de Curitiba, março/2009.
  • Temporada de Estreia, Espaço Cultural Pé no Palco, dezembro/ 2008, Ctba-PR.
  • Direção e dramaturgia: Maíra Lour
  • Supervisão dramatúrgica: Fátima Ortiz
  • Elenco: Alexandre Zampier, Janaina Matter, Sol Faganello e Otavio Linhares
  • Preparação de elenco: Tonio Luna
  • Preparação corporal: Juliana Adur
  • Cenário: Enéas Lour
  • Ilustrações: Coletivo Mucha tinta – Luis Américo, Giusy de Luca e Oscar Teixeira
  • Iluminação: Beto Bruel
  • Sonoplastia: Maíra Lour
  • Design Gráfico: Luis Américo
  • Produção: Daniel Kleiber
diga_onde_doi_subita_companhia

Foto: Rosano Mauro